Religador Conecta Energia Renovável à Smart Grid (Rede Inteligente) - O Religador Automático NOJA Power conecta a usina de geração por indução do Reservatório Thomson de 8MW à rede de Victoria

O religador OSM38 NOJA Power permite a SP Ausnet a ligar a usina de água de Melbourne à rede de transmissão principal. A capacidade bidirecional única do equipamento permite proteção personalizada para ambas empresas.

Comunicado de imprensa

Março 2013
ACR OSM38 NOJA Power em campo no Reservatório Thomson de Melbourne Waters

ACR OSM38 NOJA Power em campo no Reservatório Thomson de Melbourne Waters.

Electrical switchgear engineers NOJA Power today announces that one of its OSM38 Automatic Circuit Reclosers (ACR) has been selected by Victorian electricity distribution company SP AusNet to connect Melbourne Water’s 8 MW induction generation plant at Thomson Reservoir to the utility’s distribution grid.

O Campinas, SP, Brasil - 18 de março de 2013 – A NOJA Power anuncia hoje que um de seus religadores automáticos OSM38 (ACR) foi escolhido pela empresa vitoriana de distribuição de eletricidade, SP AusNet, para conectar a usina hidroelétrica de 8MW do Reservatório Thomson à rede da concessionária de distribuição.

O OSM38 NOJA Power foi selecionado pela SP AusNet para ligar a capacidade de co-geração por três razões principais: O ACR superou a especificação do cliente para o nível básico de isolação (NBI) com uma classificação de 170 kV; em segundo lugar, a unidade ofereceu proteção, isolamento e recuperação de energia superiores caso uma falha ocorra em qualquer um dos lados e, em terceiro lugar, a confiabilidade comprovada do equipamento garantiu ao cliente que os seus valiosos ativos estariam salvaguardados no longo prazo.

O ACR permite que a Melbourne Water tome energia da rede ou mude para a co-geração quando sua usina de geração por indução está operacional e disponibiliza excesso de capacidade. A SP AusNet também tem a opção de mudar ou reduzir a capacidade adicional dependendo da demanda, pois o dispositivo se integra perfeitamente com os sistemas de controle avançado da empresa.

ACRs convencionais normalmente protegem as redes de distribuição a jusante através da monitorização da linha a montante, isolando-a em caso de uma falha. Tal característica operacional mostrou-se satisfatória para redes de distribuição tradicionais, onde a energia sempre fluía em uma direção apenas, de uma unidade de geração centralizada para os consumidores industriais e domésticos. Mas o advento de linhas de distribuição bidirecionais para facilitar a capacidade de co-geração exige que os ACR possam monitorar e proteger as linhas em ambos os sentidos.

O ACR OSM38 do Reservatório Thomson oferece esta capacidade de proteção bidirecional e mais, ele não apenas monitora e protege a linha de distribuição em ambos os sentidos, mas também pode ser configurado para atuar em diferentes níveis de corrente, dependendo da direção do fluxo de potência. No Reservatório Thomson, o ACR atua em uma corrente mais baixa para potência sendo gerada do que para potência sendo fornecida. Este arranjo permite que a SP AusNet controle precisamente o pico de corrente injetado na sua rede - para proteger dispositivos sensíveis à tensão entre outros requisitos – enquanto permite que a Melbourne Water absorva toda corrente necessária da rede durante os períodos de pico de demanda.

"A diferença do religador OSM 38 NOJA Power é sua capacidade de proteção bidirecional", explica Shane Gorman, Gerente de Vendas da NOJA Power na região Austrália-Pacífico. “O ACR fica normalmente e permite um fluxo contínuo seja fornecendo energia ao Reservatório Thomson ou injetando potência no outro sentido. Porém quando ocorre uma falha o religador é capaz de detectar qual lado foi afetado e aplicar os critérios de proteção específicos para essa condição. Normalmente, uma configuração de proteção apenas serviria, mas, neste caso, o cliente queria níveis de proteção diferentes para fornecimento e geração. A demanda por esses sistemas de proteção flexíveis está crescendo para melhorar as redes inteligentes, aqui e no exterior.”

"Dentro de um mês de operação o ACR NOJA Power abriu e eliminou duas falhas com sucesso na rede da Melbourne Water", acrescenta Gorman. "Sem o religador, estas falhas teriam causado interrupções dos clientes mais à montante do alimentador da SP AusNet até o reservatório."

Historicamente, a co-geração era rara devido à complexidade de ligar tais fontes às redes de distribuição. Mas agora as concessionárias incentivam a co-geração, pois esta ajuda a lidar com picos de demanda sem ter que investir em novas usinas centralizadas. Além disso, ACRs modernos têm simplificado a engenharia necessária para conectar fontes de energia convencionais ou renováveis, tais como hídrica, solar, eólica, geotérmica e das marés. A diversificação da geração ajuda a garantir que quando um recurso não está disponível devido a, por exemplo, falta de vento, outro vai estar prontamente disponível para tomar seu lugar.

Unidades da linha OSM NOJA Power de média tensão (15, 27 e 38 kV) (veja abaixo "Sobre a linha OSM NOJA Power") têm sido instaladas pelas concessionárias em mais de 80 países ao redor do mundo. Os ACRs foram submetidos a completos ensaios de tipo em laboratórios de ensaios independentes, tais como KEMA na Holanda em conformidade com as normas mais recentes - ressaltando a segurança e desempenho superiores das soluções de proteção da NOJA Power.

O Reservatório Thomson é o maior de todos da Melbourne Water e o terceiro maior do país, com uma capacidade de 1.068.000 ML. O reservatório contribui com cerca de 60 por cento da capacidade total de armazenamento de Melbourne.

Sobre Melbourne Water

www.melbournewater.com.au/content/about_us/about_us.asp