Distribuidora da NOJA Power, OHUG, traz astronauta aposentada, Wendy B. Lawrence para proferir discurso importante em principal evento de engenharia de energia na Nova Zelândia

Astronauta americana veterana e especialista em missões espaciais reconta a revisão da política de segurança da NASA, após o desastre do ônibus espacial Columbia e aponta a importância para o setor de distribuição de energia elétrica.

Comunicado de imprensa

Dezembro 2015
Astronauta aposentada da NASA, Wendy B. Lawrence (no centro), Glenn Harris da NOJA Power e Nan Russell da OHUG

Astronauta aposentada da NASA, Wendy B. Lawrence (no centro) no stand com tema espacial da distribuidora neozelandesa da NOJA Power, OHUG, na Conferência da EEA com Glenn Harris da NOJA Power e Nan Russell da OHUG

A NOJA Power anuncia hoje o sucesso de sua distribuidora, OHUG Power Equipment Ltd, da Nova Zelândia, em organizar o discurso da astronauta aposentada pela NASA, Wendy B. Lawrence, na conferência da EEA (Associação de Engenheiros Elétricos). A conferência, realizada em Wellington, na Nova Zelândia, no final de junho, é o principal evento de engenharia de energia da Nova Zelândia, atraindo mais de 1.000 autoridades e visitantes.

A OHUG tem sido a distribuidora exclusiva da NOJA Power na Nova Zelândia desde 2007 e conquistou mais de 50 por cento de participação de mercado de Religadores Automáticos, no segmento de proteção de rede de energia elétrica com os produtos da NOJA Power. A empresa foi um grande patrocinador e expositor na Conferência da EEA. Glen Harris, gerente de vendas da Austrália e do Pacífico da NOJA Power, sediado em Brisbane, também vem da Nova Zelândia.

O Diretor Geral de Operacões da OHUG, Nan Russell, conheceu a Capitã Lawrence quando eram colegas na academia Naval dos EUA, em Anápolis. Russell contatou recentemente à astronauta para convidá-la a fazer o principal discurso na Conferência da EEA.

O desastre do Columbia formou o tópico do discurso de Lawrence que o relacionou com o tema da Conferência da EEA deste ano; "Entregando Liderança: Tecnologia, Segurança e Qualidade". Ela explicou como o ônibus espacial se perdeu, depois que um pedaço de espuma de isolamento do sistema de reforço se soltou durante o lançamento e atingiu a borda dianteira da asa da nave, danificando as telhas resistentes ao calor. Essa falha permitiu que os gases quentes, gerados durante a reentrada, penetrassem a estrutura da asa fazendo com que essa viesse a falhar, desestabilizando o Columbia e levando à sua ruptura e a trágica perda de todos os sete tripulantes.

O inquérito subsequente ao desastre convenceu a NASA a alterar a sua política de segurança, antes baseada em uma estratégia de "provar que um sistema não é seguro" a ênfase em "provar que um sistema é seguro", antes que seja enviado em uma missão. Lawrence nota que, enquanto esta última estratégia fora mais difícil e onerosa de implementar, resultou em uma melhor integração do sistema e elevou os níveis de segurança. Ela concluiu que tal abordagem seria vantajosa para a indústria de distribuição de energia elétrica.

“O discurso da astronauta Wendy B. Lawrence na Conferência da EEA sobre a perda do Columbia e de seus sete tripulantes proporcionou uma dura lição sobre a necessidade de colocar a segurança em primeiro plano, independentemente de sistemas serem usados em aplicações tão específicas como um voo espacial ou para uso em aplicações mais realísticas, tais como na distribuição de energia elétrica ", diz Neil O'Sullivan, Diretor Geral da NOJA Power. “É uma lição que precisa de pouco reforço para a NOJA Power como segurança, pois juntamente com as considerações ambientais, sempre esteve no topo da nossa lista de critérios nos projetos de produto dos nossos equipamentos de proteção da rede".

A linha OSM de Auto Religadores da NOJA Power possuem o benefício da sua tanque de aço inoxidável, que constitui a única unidade dielétrica sólida, com uma câmara de contenção e exaustão de arco de falta no mercado. O design da contenção de arco está de acordo com a norma IEC62271-200 Cláusula 6.106 e Anexo A e a eficácia deste importante recurso de segurança foi testada e verificada por meio de laboratórios de ensaios independentes. Uma outra característica notável do religador automático é a utilização de interruptores a vácuo e isolamento dielétrico sólido, em vez do óleo ou hexafluoreto de enxofre (SF6), ambientalmente hostis, os quais eram usados nos seccionadores e religadores mais antigos.

De acordo com a biografia de Wendy B. Lawrence da NASA, ela foi uma graduada distinta da escola de voo e foi designada como aviadora naval em julho de 1982. Ela tem mais de 1.500 horas de voo, em seis tipos diferentes de helicópteros e fez mais de 800 pousos a bordo. Lawrence aderiu ao programa espacial em 1992 e participou como especialista de missão em quatro voos em ônibus espaciais entre 1995 e 2005. Sua última missão foi a bordo do STS-114 Discovery, notável pois foi o primeiro voo após o desastre do ônibus espacial Columbia em fevereiro de 2003.