Os RAs da série OSM da NOJA Power ajudam a modernizar as redes de distribuição de eletricidade da era soviética

Os Religadores Automáticos OSM38 têm ajudado as concessionárias dos países Bálticos a atualizarem sas redes. Agora, os novos dispositivos de 41 kV testados por ensaios de tipo permitem uma maior implantação em toda a região

Comunicado de imprensa

Junho 2017

A NOJA Power anunciou hoje que um dos seus distribuidores europeus, a integradora de sistemas da Lituânia, a FIMA, instalou dois dos Religadores Automáticos OSM38 da empresa (RA ou "Religadores Automáticos") como parte de um programa de modernização das redes de distribuição de eletricidade da era soviética nos Países Bálticos.

A FIMA projeta sistemas de engenharia inteligente e soluções sob medida para organizações em toda a região do Báltico. A divisão de energia da empresa oferece os  RAs da NOJA Power como parte de suas atualizações de subestações de eletricidade, um programa de reformas para redes de distribuição do Báltico, que está em andamento há vários anos. (Consulte "Sobre a FIMA" abaixo.)

Até o momento, dois RAs OSM38 foram implantados e ligados a um sistema de controle de supervisão e aquisição de dados (SCADA) que se comunica com subestações usando o protocolo de transmissão IEC 60870-5-101 [IEC101]. Os RAs protegem a rede e ajudam o pessoal da concessionária a identificar falhas - melhorando a confiabilidade do suprimento e acelerando a reconexão aos consumidores após a falha.

As redes de distribuição de eletricidade na região do Báltico compreendem uma mistura de sistemas de 10, 20, 35 e 40,5 kV. Antes do programa de modernização, a proteção era limitada a disjuntores mais antigos que usavam óleo mineral como isolador para a extinção do arco entre os contatos em caso de falha. Os disjuntores são grandes e pesados ​​comparados com os modernos modelos da NOJA Power, e o uso de óleo mineral introduz perigos potenciais de segurança no caso de uma falha de arco interno. Além disso, os disjuntores são relativamente pouco confiáveis, prejudiciais ao meio ambiente e não suportam as mais recentes comunicações nem as capacidades de monitoramento de qualidade de energia.

Em contrapartida, o RA OSM38 representa o equipamento de automação de distribuição mais atualizado disponível. O RA oferece um conjunto abrangente de recursos de proteção e automação, medição de tensão em todas as seis buchas, medição de corrente em todas as três fases, proteção bidirecional e grande qualidade de energia e capacidade de registro de dados. Além disso, o RA OSM38 se beneficia do uso de interruptores a vácuo e isolamento dielétrico sólido em vez do óleo não ecológico, ou o hexafluoreto de enxofre (SF6) usado em interruptores antigos. Outra característica fundamental da série OSM é o seu revestimento em aço inoxidável que forma a única unidade dielétrica sólida com ventilação de falha de arco interno controlada do mercado. (Consulte "Sobre o religador OSM38" abaixo.)

O RA OSM38, testado originalmente para uma tensão nominal máxima de 38 kV, foi novamente testado na KEMA, um laboratório independente Holandês, até uma tensão nominal máxima de 41 kV - permitindo a sua implantação em todas as redes de distribuição na região do Báltico.

"Os religadores NOJA Power se tornaram populares com as concessionárias, não só porque eles oferecem uma solução técnica líder, mas também porque o suporte de engenharia da empresa é excelente e os funcionários das concessionárias julgam as unidades simples de configurar e operar", diz Valentas Titarenka, gerente de projeto da FIMA. "E agora que o RA OSM38 foi testado para redes de distribuição de 40,5 kV, esperamos ver uma implantação muito mais ampla em todos os países bálticos".

"Construir uma rede inteligente não é sempre sobre atualizar uma rede convencional confiável, investindo em algumas das mais recentes automações de distribuição, como os auto-religadores da NOJA Power", explica Neil O'Sullivan, diretor administrativo da NOJA Power. No caso dos países bálticos atendidos pela nossa valiosa parceira FIMA, a construção de uma rede inteligente requer uma reestruturação maciça de infraestruturas com décadas de existência.

"A série OSM pode tornar este trabalho mais fácil, oferecendo um reconhecido auto religador e uma solução seccionadora, instalada em mais de 85 países ao redor do mundo, com a mais atualizada proteção, monitoramento, segurança e características ambientais combinados com uma interface de usuário que torna a configuração e operação muito mais simples. "