Alcançando um Ponto de Isolamento com Instalações de Religador

Comunicado de imprensa

novembro 2018
Um Religador OSM NOJA Power instalado com seccionadores visando um Ponto de Isolamento para Trabalho durante a manutenção da rede - Instalado na Austrália

Um Religador OSM NOJA Power instalado com seccionadores visando um Ponto de Isolamento para Trabalho durante a manutenção da rede - Instalado na Austrália

Em um clima de evolução contínua, a filosofia das Redes de Distribuição está mudando em todo o mundo. Os impactos do fluxo de energia complexo, das energias renováveis distribuídas e das expectativas de confiabilidade dos clientes estão causando uma mudança significativa nas políticas e procedimentos que os provedores de serviços de rede de distribuição (DNSPs) implantaram para uma operação de rede efetiva. Os modelos tradicionais de manutenção dos principais ativos de proteção dentro da subestação, deixando apenas seccionalizadores e de carga fora da cerca da subestação, perdem o apelo, pois a natureza dos recursos de energia distribuída requer inteligência para estar mais próxima do cliente.

Proteção e Controle fora da subestação não é menos importante que a proteção central do sistema. Ativos inteligentes distribuídos, como os religadores automáticos, estão se tornando mais comuns, proporcionando maior confiabilidade aos alimentadores e eliminando a necessidade de descontinuidades de suprimento que os seccionalizadores tradicionais exigem. Com a convergência de preço entre essas duas classes de ativos de distribuição, surge a necessidade de mudar as práticas de trabalho.

Abordagem de Rede Tradicional

Abordagem de Rede Moderna

Proteção nos Seccionadores de Subestações, Seccionadores e Quebra de Carga nos Alimentadores Substituir os Seccionalizadores e os Interruptores de Quebra de Carga com Religadores Controlados Remotamente

Fusíveis em linhas laterais

Substituem fusíveis por religadores em linhas laterais

Comunicações Limitadas para Dispositivos de Campo fora das subestações

Comunicações da Subestação aos Dispositivos de Campo, aproximando-se de 100%

Os seccionalizadores são tipicamente dispositivos de chaveamento automático que não têm capacidade para interromper a corrente de falta. Seu projeto é para detectar a passagem de falhas e, em seguida, abrir a operação de disjuntor a montante. Isso fornece isolamento do trecho do alimentador com falha, mas com o custo de colocar todo o alimentador off-line.

Os religadores também são dispositivos automáticos, mas pertencem à classe dos disjuntores, proporcionando capacidade de interrupção de falhas em toda a rede. Sua classificação de proteção é configurada para atuar antes da subestação, permitindo que o religador aumente a confiabilidade no alimentador, limitando o impacto das falhas.

Há duas razões principais pelas quais seccionadores e chaves de manobra continuam em uso nas redes de distribuição, mas já é notada uma grande tendência de que este número diminua com o tempo, em toda a região da América do Norte, Reino Unido e Austrália Pacífico, a transição já foi feita. Essas razões são o alto valor de despesas e quanto ao ponto de isolamento.

A lógica quanto ao capital financeiro é simples, os religadores no passado possuíam um custo maior que o de seccionalizadores remotamente comandados, mas técnicas modernas de fabricação acabaram com essa diferença de forma que o preço é praticamente igual. Com o problema de despesas de capital mitigado, a última questão é quanto ao ponto de isolamento de trabalho.

Os Religadores modernos normalmente implantam Interruptores a Vácuo como sua principal tecnologia operacional. Isso permite uma capacidade significativa de interrupção de faltas em um espaço operacional muito pequeno. No entanto, os Interruptores a Vácuo não são classificados como pontos de isolamento, já que seu Nível Básico de Isolação (BIL) está abaixo dos requisitos para o Ponto de Trabalho de Isolamento. Durante a operação de proteção normal, não há grandes consequências, mas para fins de manutenção de linha e contato físico com o equipamento, é necessário um isolamento maior. A solução é extraordinariamente simples e de alta implementação como prática de trabalho em redes distribuídas em países ao redor do mundo.

Para adicionar um ponto de trabalho de isolamento a uma instalação com o Religador, a resposta é tão simples quanto adicionar um conjunto de chaves sem carga. Esses dispositivos são apenas uma fração do custo da instalação e garantem um ponto de isolamento necessário para qualquer trabalho em campo. Quando o operador precisar realizar um trabalho na linha, o religador pode vir a ser aberto local ou remotamente. O operador então usa uma haste de manobra de AT para abrir os isoladores quando estiverem sem carga, fornecendo um ponto visível de isolamento. Os sensores acoplados dos religadores da NOJA Power dão uma garantia adicional do estado da rede, permitindo que os operadores visualizem a tensão no lado isolado do dispositivo, verificando assim a segurança dos trabalhadores para esta operação.

“Está se tornando muito comum eliminar o uso de seccionalizadores e chaves de interrupção de carga, substituindo-os pela instalação de religadores em série nas redes de energia aéreas que contem com pontos de desconexão em carga, permitindo assim a interrupção da rede com isolamento visível quando necessário”, diz o diretor administrativo do Grupo NOJA Power, Neil O'Sullivan. “Religadores em série instalados em alimentadores naturalmente precisam ser coordenados com as demais proteções, mas a eletrônica moderna baseada em microprocessador permite a seletividade entre dispositivos de até 100ms para atuar em até 8 dispositivos em série para alimentadores longos, tendo ainda a proteção da subestação operando para 1 segundo. ”

Os religadores OSM da NOJA Power foram implantados em 87 países em todo o mundo. Os avançados sensores integrados e os recursos de proteção inigualáveis tornam as unidades uma solução fácil para conexão com renováveis, confiabilidade da rede ou simplesmente proteção e automação do alimentador. Para mais informações, acesse www.nojapower.com.br ou entre em contato com o distribuidor local da NOJA Power.