Obras de arte revelam a beleza dos ACRs da NOJA Power

A série de pinturas do artista local John H. Lynch no campus de Brisbane da NOJA Power ilustra os ACRs da empresa em locais ao redor do mundo, demonstrando a elegância dos dispositivos

Comunicado de imprensa

Enero 2018
 Instalação do Religador Automático da NOJA Power, em Noosa, pintada por John H. Lynch
  Instalação do Religador Automático da NOJA Power, em Noosa, pintada por John H. Lynch

A NOJA Power anuncia a instalação de uma série de cinco pinturas do artista local John H. Lynch. Elas apresentam os Religadores Automáticos da empresa (RAs) em locais ao redor do mundo. A pintura mostra que os equipamentos projetados principalmente para segurança e desempenho em vez de aparência podem revelar uma beleza oculta quando vistos operando nos ambientes para os quais foram planejados.

A primeira pintura, situada na sala de treinamento da NOJA Power, mostra um RA trifásico da série OSM em Albury Wodonga, na fronteira entre NSW e Victoria, no interior da Austrália. Esta imagem demonstra como os produtos da NOJA Power são adequados para operação em ambientes hostis (os  RAs têm uma temperatura máxima de operação de mais de 55°C) e para manutenção de alimentadores longos em áreas rurais.



OSM series three-phase ACR installation in Albury Wodonga, Australia painted by John H. Lynch


Instalação do Religador Automático da NOJA Power, série trifásica, em Albury Wodonga, Austrália pintada por John H. Lynch

 

A segunda pintura de Lynch, também na sala de treinamento, captura uma cena evocando a atmosfera da Copa do Mundo FIFA 2014 no Brasil. Na imagem, dois ACRs da NOJA Power asseguram que a fonte de energia do Estádio Castelão em Fortaleza, sede de seis jogos no torneio, esteja protegida. Os RAs da NOJA Power - que têm uma tensão nominal máxima de 15,5 kV e uma corrente contínua nominal de 800 A - são mostrados em uma configuração Transferência Automática (ACO ou “Auto Change Over”) onde o fornecimento pode ser trocado de forma rápida e segura de um alimentador para um alimentador de back- up.

 



NOJA Power’s OSM auto recloser installation at Castelão Stadium, Brazil painted by John H. Lynch


Instalação do Religador Automático da NOJA Power, em Estádio Castelão, Brasil pintada por John H. Lynch

A terceira e a quarta pintura mostram que os RA operam sem falhas em condições de congelamento; uma mostra um RA que opera no clima frio sueco, onde as temperaturas variam de -30°C no inverno a 25°C no verão com 60 a 80 mm de chuva nos meses de verão, e a outra pintura mostra a Finlândia onde os ACRs operam em temperaturas que caem até -40°C. Os RA da série OSM da NOJA Power são avaliados para uso em temperaturas extremas de -40° a + 55°C em ambientes desafiadores em todo o mundo.

 



NOJA Power ACR installation in Finland painted by John H. Lynch (l)             
NOJA Power ACR installation in Sweden painted by John H. Lynch (r)


Instalação do Religador Automático da NOJA Power, na Finlândia, pintada por John H. Lynch (I) e Instalação do Religador Automático da NOJA Power, na Suécia, pintada por John H. Lynch (I)

A pintura final de John H. Lynch mostra um RA em uso em Noosa, Queensland, uma localidade costeira rural que exigiu uma solução de automação de distribuição capaz de uma interrogação remota. Os RAs da NOJA Power oferecem interrogação remota opcional para obter um desempenho de rede através do conjunto de Software de Qualidade de Energia (PQS) da empresa. Por exemplo, o controle de supervisão do RC15 da NOJA Power e o controlador de supervisão de dados (SCADA) para seus RAs da série OSM incorporam um modem de rede celular que suporta comunicações móveis 2G, 3G e 4G, permitindo que a concessionária interrogue remotamente o ACR, mude as configurações ou faça o download de um Firmware. A comunicação remota de longa distância é um requisito fundamental para implementações de smart grid.

 



 NOJA Power ACR installation in Noosa, Queensland painted by John H. Lynch


Instalação do Religador Automático da NOJA Power, em Noosa, pintada por John H. Lynch

"Nós nos esforçamos para fazer da NOJA Power um lugar agradável para trabalhar e, em vez de colocar imagens sem inspiração na empresa, pensamos que seria uma boa ideia apoiar um artista local e encorajá-lo a criar algo um pouco diferente”, diz Neil O'Sullivan, Diretor Geral do Grupo NOJA Power.

"John Lynch demonstrou repetidamente que ele pode transformar algo não convencional em belas pinturas, por isso estávamos confiantes de que ele poderia produzir obras de arte com nossa tecnologia – as quais a equipe da NOJA Power têm muito orgulho - que chamaria a atenção dos funcionários e dos visitantes . Com esta série de pinturas, ele conseguiu exatamente isso ".

John H. Lynch é um escultor, pintor e desenhista autônomo de Brisbane com 35 anos de experiência. Ele tem uma visão alternativa da arte e têm produzido obras que variam de animais com todo seu "charme" através de tatuagens e jóias, em emblemas de automóveis alemães adornados com imagens icônicas da Austrália, como a Sydney Opera House e Uluru. Ele até decorou a asa de um dos bombardeiros F-111 da RAAF (Royal Australian Air Force). Lynch é conhecido por não usar um estilo reconhecível em cada pintura que ele produz. Ele foi contratado pela NOJA Power para fornecer cenários provocadores para o escritório da empresa, no P & D e nas instalações de treinamento.

A NOJA Power é especializada em P & D, fabricação, marketing, vendas e serviços de produtos de equipamentos de baixa e média tensão. A principal família de produtos da empresa é o Religador Automático (RA) monofásico, bifásico e trifásico, projetado especificamente para formar os blocos de construção fundamentais das smart grids. A empresa lançou recentemente a VISI-SWITCH®, uma chave de interrupção de carga (LBS ou “Load Break Switch”) de 15,5 kV, que é a única chave isolada dielétrica sólida de interrupção de vácuo disponível no mundo atualmente e possui uma funcionalidade patenteada de interrupção. Mais de 40.000 Religadores de média tensão (15, 27 e 38 kV) OSM da NOJA Power foram instalados pelas concessionárias em 85 países ao redor do mundo.