O Gás de Efeito Estufa que é 25.000 vezes pior que o CO2

Comunicado de imprensa

February 2019
SF6 Free OSM Recloser and RC Control

SF6 Free OSM Recloser and RC Control

As contribuições da emissão de dióxido de carbono (CO2) e metano (CH4) para o aquecimento global no mundo podem ser bem divulgadas, mas hoje a indústria de eletricidade está usando um dos mais potentes gases de efeito estufa conhecidos pela humanidade em volumes consideráveis. Um único quilograma desse gás liberado na atmosfera tem o efeito estufa equivalente a mais de 25 toneladas de CO2 - e esse gás sintético se mantém no meio ambiente por até 3200 anos.

O hexafluoreto de enxofre (SF6) é um gás criado sinteticamente e amplamente utilizado na indústria de eletricidade como meio isolante. O uso do SF6 torna a elaboração de equipamentos de alta tensão trivial, já que o SF6 tem propriedades de isolamento excepcionais. Em todo o mundo, o SF6 é usado em disjuntores, transformadores, unidades de chaveamento (RMU) e uma série de outros equipamentos de alta tensão, mas através de vazamentos e sem os dissipadores naturais de SF6, desde 1970 a concentração atmosférica deste gás vêm aumentando ano após ano.

O SF6 em sua forma manufaturada é um gás não tóxico, mas quando é usado como isolante e exposto à formação de arco elétrico, subprodutos altamente tóxicos são criados, incluindo o altamente prejudicial o Decafluoreto de Enxofre (S2F10). Os riscos do uso do SF6 são agravados para os operadores das concessionárias, que podem encontrar os subprodutos tóxicos deste gás durante a operação geral e manutenção de equipamentos. Esses perigos para a saúde e estes poluentes tóxicos resistentes devem ser o suficiente para que busquem soluções alternativas aos equipamentos de distribuição.

Hoje, tecnologias emergentes, como os avanços no isolamento em dielétrico sólido (que não usam gás de nenhum tipo), começaram a interferir na aplicação do SF6. Com isolamento em dielétrico sólido oferecendo desempenho equivalente de SF6 em toda a faixa de média tensão (1kV a 52kV), o uso de SF6 é bastante reduzido.

Uma questão importante no futuro será a comoditização dos produtos com SF6, já que os países em desenvolvimento optam por comprar produtos isolados a SF6 baratos e inferiores para atender a uma necessidade imediata, sem qualquer consideração pelo futuro ou pelo meio ambiente.

Empresas como a NOJA Power estão demonstrando liderança na criação de produtos de chaveamento sem a necessidade do gás SF6. A sua linha de Religadores OSM e a Chave de Interrupção de Carga VISI-SWITCH® são dois exemplos de produtos que estão incomodando a indústria. Ambos os produtos estão substituindo os equipamentos existentes, demonstrando que as alternativas não estão apenas disponíveis, mas são economicamente viáveis.

 “A NOJA Power sempre aplicou uma política de não usar o SF6 em qualquer um de nossos produtos e esta política foi novamente demonstrada no lançamento do novo e excitante produto VISI-Switch”, diz o Diretor Geral do Grupo NOJA Power, Neil O'Sullivan. “Nós nos concentramos em ajudar nossos clientes a melhorar seus impactos ambientais com o uso alternativas comprovadas em campo, como os dielétricos a vácuo / sólido. ”

Ao considerar a política futura sobre meio ambiente e os impactos da indústria de energia nas emissões de gases de efeito estufa, as contribuições do hexafluoreto de enxofre não devem ser negligenciadas. Concessionárias e empresas voltadas para o futuro, como a NOJA Power, já demonstram liderança na remoção da dependência do SF6, oferecendo inovação tecnológica para remover equipamentos existentes. Certamente vale a pena apoiar o esforço para fazer o SF6 seguir o mesmo caminho dos CFCs dos anos 90.